by gizaa

25 de maio de 2010

UMA ESCOLA PARA TODOS ( Parte 2 )

E chegou o ano letivo de 2009.


Escola nova, trabalho novo, colegas novas, rotina nova, enfim, tuuuuuudo diferente.
 A escola não poderia ter sido mais acolhedora, os colegas, no inicio, como seria de se esperar, curiosos com a nova colega e a nova realidade, mas nada que boas conversas não resolvessem.
A profe nova muito amável e todo o grupo de professoras enfim , muito receptivo. Eu trabalhando na mesma escola, A sala da Maria e do Miguel frente a frente.

O que poderia haver de errado??
Adivinha se havia aparecido alguém da coordenadoria de educação nesses 5 meses???
Nem pra ver onde ficava a escola.

Muitas ligações, idas e vindas à Cre, chegasse a uma explicação: a responsável pela obra não éa CRE, é A CRO. Parece deboche? Coordenadoria Regional de obras. E quando eles virão?Só Deus sabe.

Aperta daqui, aperta dali, aparecem os tais engenheiros. Garotinhos indecisos que parecem nunca ter frequentado a escola. Esnobes, arrogantes, cheias de ideias diferentes.
 Cada ideia destruía um lado diferente da escola. Resumindo, o mais simples seria o seguinte: ´pra tirar 4 degraus. iriam demolir no mínimo a sala dos professores...Enfim, foram embora cheio de ideias maravilhosas e inovadoras. " daqui uns dias daremos retorno" E isso já faz mais de um ano..


O caso é que conversa vai, conversa vem, a direcção resolveu mudar a sala do 1º ano pra parte da frente da escola, onde não existe escada e alem disse havia uma rampa no degrau da área , bem em frente a sua sala. 
Com o passar do meses, a escola construiu uma área coberta ligando desde o portão da escola até o pavilhão das salas de aula.


Esse ano foram feitas novas pequenas rampas nos pequenos degraus que ainda faltavam. As calçadas ganharam um novo reboco, o que facilitou e muito a locomoção segura com a cadeira de rodas. 
Ah, um pequeno contratempo . Área coberta até a entrada da escola, estacionamento a menos de 3 metros. Maravilha. ????
Haviam dias de chuva que muitos pais "esqueciam" que na escola havia uma aluna com cadeira e estacionavam em frente a escola pra entregar seus rebentos. Ou chegávamos com 10. 15 minutos  de atraso, ou chegávamos na hora e estacionávamos a 100 metros da escola e vínhamos na chuva. Que fazer.


Numa estratégia conjunta , escola, pais e sec. de transito, conseguimos duas vagas de estacionamento preferencial em frente ao portão da escola. Um paraíso. E sem um pingo de chuva...


Muita, muita coisa maravilhosa foi feita na escola. Infelizmente , ou felizmente, nada com recursos públicos destinados a esse fim. Recursos de festas , promoções, e tantas outras iniciativas louváveis


Muito se há por fazer, claro, e por um lado, apesar de saber o quanto a escola , enquanto direção , grupo , comunidade escolar, enfim , todos estão sempre empenhados nas melhorias da escola, e em proporcionar a inclusão de maneira geral  e irrestrita, triste é saber também o quão pouco podemos esperar do poder publico.


Saber que as leis existe, são maravilhosas, nos defendem e nos apoiam. Mas simplesmente não há jeito de saírem do papel.

2 comentários:

Fabiana disse...

Parabens!!! Dani vc é o exemplo de super mãe !!! rsrsrrsrsr se o governo, prefeitura não cumpre com seus deveres entra na luta!!!!!! e abra a boca msm Dani para mostrar a realidade que enfrentamos!!!!!

Ani Cires disse...

Venho aqui para te oferecer um carinho. Passa lá para pegar!

http://ogatoderodas.blogspot.com/2011/04/selinho-cantinho-inclusivo.html

Bjs, Ani.

 

©  Copyright by MARIA | 2010 | Blog Design by Gizaa Veiga